Artadi Viñas de Gain (2010)

Viñas de Gain

Na senda de vinhos espanhóis que estão a aparecer aqui no nosso site, porque os nossos Nuno e Rita estiveram na Rioja, chegou-me este vinho ao copo.

Daquilo que me explicaram, as Bodegas Artadi são um daqueles produtores que respeitam o terroir. Na sua perspectiva, o solo e tudo o que rodeia a vinha é o que mais interessa. E isso passa para este vinho.

Este é o Viñas de Gain, um branco de 2010 que me surpreendeu pela sua complexidade aromática e pela forma como calou toda a gente que estava na mesa. Adoro vinhos assim!

O vinho foi servido e a cor que apresenta era de um palha muito leve. Assim que pus o nariz no copo pensei, “calma que vem aqui bomba”! O Viñas de Gain 2010 é um vinho complexo, rico e com muito para dar. Os aromas de fruta estão lá, ameixa branca, maçã e pêra no primeiro impacto, depois começam a aparecer notas florais e de folha de chá, amparadas por um toque mineral e fumado fabuloso. Um vinho com uma notável profundidade de aromas.

Na boca é daqueles vinhos que nos preenche o palato logo no primeiro ataque, que se mostra poderoso, encorpado e complexo, para depois nos deixar com uma sensação fresca devido à excelente acidez e mineralidade que apresenta. O que mais gostei no final de boca deste vinho foram os toques de pedra e especiarias que se prolongam na boca.

Dizer que o Viñas de Gain 2010 tem grande potencial de guarda e é um vinho muito gastronómico, pode ser um “understatement”. Para terem uma ideia, acompanhou na perfeição 2 pratos nepaleses, um de borrego e outro de camarão, que estavam carregados de especiarias e picante. Um vinho brutal.

Nota: 17,5€
Preço: 19€

Partilhe este artigo:
    Joao Chambel

    Sobre Joao Chambel

    ETOVLiano apaixonado e sommelier. Os vinhos são a sua vida e paixão! Brancos, tintos, rosés, fortificados, espumantes, nacionais e estrangeiros, novos e velhos... A Bairrada é uma das suas regiões de eleição e faz regulares transfusões de Baga e Borgonha.