Caios (2008)

Aqui trago mais uma prova que em Portugal se fazem brancos de excelência…Vinhos capazes de estarem lado a lado com os melhores do mundo e muito provavelmente acima dos mesmos…

Tenho vindo a notar uma subida na qualidade dos brancos nacionais, mas nada me tinha preparado para esta prova…pois não me parecia provável apanhar um branco desta qualidade e com estas características. Começa pelo sitio onde é produzido, Santiago do Cacém…á partida uma terra improvável para a plantação de vinha, quanto mais para a produção de vinho…mas será assim tão descabido? Não me parece, a proximidade do mar, e o solo onde a vinha está plantada, fazem deste Caios um vinho único…

O nome surge como um tributo ao bisavô do jovem Luís Mota Capitão, que foi o primeiro a reconhecer as potencialidades do local e a apostar na actividade agro-industrial, bem como a plantação da vinha na Herdade do Cebolal.

Tive a oportunidade e o prazer de conhecer o Luís por intermédio do seu tio, José da Mota Capitão, produtor dos vinhos da Herdade de Portocarro, um jovem enólogo cheio de paixão e simpatia a quem desde já agradeço por me ter dado a oportunidade de provar este vinho.

Há vinhos que me deixam a pensar…e este foi um deles, um vinho misterioso, de aromas complexos, subtis, um vinho que tem traços apetrolados, envolvido em notas mais tropicais, um ligeiro toque a madeira muito bem integrado, um vinho muito elegante e cativante no aroma…

Na boca é um vinho fantástico, um vinho cheio, rico com sugestões de fruta bem madura, um vinho encorpado mas sem perder elegância e delicadeza, de uma mineralidade e acidez extraordinárias é um grande vinho para a mesa, mas também para simplesmente unir as pessoas em volta dele.

Este vinho é daqueles que não se esquecem facilmente, é daqueles vinhos que já dá que falar mas acredito que daqui a uns anos me vai deixar de queixo caído….

Mais uma vez agradeço ao Luis e aos seus pais por me terem dado a oportunidade de provar este magnifico vinho.

Nota: 18

FavoriteLoadingAdicionar este vinho à Cave Virtual (clique aqui para adicionar)

Partilhe este artigo:
    Joao Chambel

    Sobre Joao Chambel

    ETOVLiano apaixonado e sommelier. Os vinhos são a sua vida e paixão! Brancos, tintos, rosés, fortificados, espumantes, nacionais e estrangeiros, novos e velhos... A Bairrada é uma das suas regiões de eleição e faz regulares transfusões de Baga e Borgonha.