Carrocel (2007)

Obrigado, Álvaro!

Já aqui tinha dito, num texto sobre o magnífico Quinta da Pellada (2007), que não ia descansar enquanto não provasse todos os vinhos produzidos por Álvaro de Castro e, após uma bem sucedida passagem pelos vinhos de gama mais baixa, cheguei alegremente à joia da coroa: Quinta da Pellada Carrocel, na sua versão de 2007.

Elaborado exclusivamente a partir da casta Touriga Nacional, o Carrocel 2007 é um vinho vinificado de uma forma bastante especial – durante o período de estágio em barrica a massa vínica passa de lagar em lagar, de forma a “refrescar” a temperatura de fermentação.

O resultado (não sei se directo deste processo ou não) é um vinho deslumbrante! Apesar de inicialmente se revelar algo fechado no nariz, com o passar do tempo mostrou todo o seu vigor, num perfil aromático e floral perfeitamente integrados num vinho que prometia muito.

A promessa não caiu em saco roto e o Carrocel 2007 mostra na boca todo o seu potencial – um vinho fino e elegante, muito equilibrado e com taninos aveludados, encorpado na medida certa e com um toque perfeito de acidez no final.

Curiosamente, uma breve pesquisa on-line revelou que a maior parte das pessoas considera que o Carrocel é um vinho que deve evoluir alguns anos em garrafa antes de ser aberto. Não posso afirmar em relação aos outros anos, mas este 2007 está claramente pronto para ser bebido, apesar de também poder ter uma boa evolução em garrafa.

Onde: Em casa

Preço: Cerca de 50€

Nota: 18,5 valores

FavoriteLoadingAdicionar este vinho à Cave Virtual (clique aqui para adicionar)

Partilhe este artigo:
    Nuno Dos Vieira

    Sobre Nuno Dos Vieira

    Dizem as más línguas que gosta muito de vinhos. Ele não desmente. Tintos, Brancos, Fortificados, Espumantes e Rosés. Hoje por esta ordem, amanhã talvez por outra. Intrépido bebedor, nunca vira a cara à prova.