Casa Cadaval Pinot Noir (2009)

Tenho com a Casa Cadaval uma relação algo conturbada, tanto fazem vinhos que adoro, como provo outros que não me convencem. Felizmente, são mais os primeiros que os segundos e o vinho que hoje vos trago vem juntar-se ao lote dos felizes.

Com casa natural na Borgonha, onde atinge muito provavelmente a sua expressão máxima, o Pinot Noir tem vindo a ser alvo de alguns testes em Portugal, com maior ou menor sucesso. No entanto, não se pode dizer ainda que seja uma casta muito plantada.

De cor rubi brilhante, o Pinot Noir da Casa Cadaval é um vinho convincente, com um nariz muito elegante, com notas muito marcadas de frutos vermelhos, que são confirmados na boca e onde se conjugam na perfeição com laivos de especiarias e algum chocolate negro. Com estrutura e acidez bem conseguida, acaba num final longo e satisfatório.

O equilíbrio do vinho foi bem potenciado pelos petiscos que o acompanhavam, com particular destaque para o paté de porco preto e pimenta e o paio de porco preto. Menos bom com o queijo de Azeitão, mas ai também havia pouco a fazer.

Preço: Cerca de 12€
Nota: 16,5

FavoriteLoadingAdicionar este vinho à Cave Virtual (clique aqui para adicionar)

Partilhe este artigo:
    Nuno Dos Vieira

    Sobre Nuno Dos Vieira

    Dizem as más línguas que gosta muito de vinhos. Ele não desmente. Tintos, Brancos, Fortificados, Espumantes e Rosés. Hoje por esta ordem, amanhã talvez por outra. Intrépido bebedor, nunca vira a cara à prova.