dois ponto cinco Rufete Vinhas Velhas (2011)

2_5rufeteVV2011

Os vários cúmplices que dão origem a este site já têm demonstrado como não lhes é fácil resistir à sua curiosidade vínica. E este produtor de Belmonte, vinhos dois ponto cinco, já teve vinhos provados aqui no ETOVL, mas eu, em concreto, não os conhecia. E ao encontrar, na garrafeira Wine Company, este Rufete Vinhas Velhas 2011 (informa o contra-rótulo que estamos a falar de “vinhas velhas não aramadas”), tive que o levar para experimentar.

 

E em bora hora o fiz. Logo à partida, sou levado a pensar – isto é vinho para enófilo, difícil de convencer o consumidor distraído. Mas a prova até desmente um pouco esta ideia. Não sendo propriamente fácil ou consensual, é capaz de agradar a um espectro alargado de palatos… e, já agora, para quem vive no pânico de vinhos com pouca cor ou cor mais aberta (como o Rufete costuma proporcionar), não tenham medo, que nem disso tem falta.

 

Não se pense que essa cor se conseguiu à custa de extracções exageradas, no entanto. Está bem equilibrado, aroma sedutor sem exageros, num ponto óptimo de integração da madeira e percepção de acidez, vinoso, com uma fruta que só posso dizer deliciosa e carnuda q.b. Tudo somado – por um preço sensato, um vinho capaz, por si só, de fazer uma boa propaganda a uma região menos “celebrada”, como a Beira Interior.

 

Nota: 16,5

 

Preço: 9,90 €

 

FavoriteLoadingAdicionar este vinho à Cave Virtual (clique aqui para adicionar)

 

Partilhe este artigo:
    Luis Pedroso

    Sobre Luis Pedroso

    Nasceu em 1977 em Lisboa, alguns meses após as vindimas dessa colheita lendária. No entanto, a curiosidade pelo mundo do vinho só se tornou uma paixão depois de outra grande vindima - a de 2007. Arquitecto com uma curta mas agradável experiência de trabalho numa Garrafeira.