Novo projecto do E Tudo o Vinho Levou: engarrafar o Tinto cão

No dealbar de Agosto, quase 3 anos volvidos sobre a vindima, o ETOVL voltou a Pavia com a missão de engarrafar o nosso vinho! Incrível como o tempo passa…

Corações ao alto (ainda meio a dormir), chegámos ao local do crime e logo nos deparámos com a Luísa (Luísa Meneses da Quinta dos Plátanos) e Joaquim Arnaud (vinhos Arnaud/Terranagro) em fervoroso buliço, com a ajuda do incansável Bernardo Meneses (ilustre colaborador vínico). No chão dezenas de garrafas luzidias iluminavam o chão e aguardavam o doce néctar.

IMG_20150801_125312

A pouco e pouco fomos colocando as garrafas na máquina compressora onde elas foram enchidas com rigor e precisão (tirando um ou outro acidente chernobyliano fruto da inexperiência destes vossos amigos). Uma vez cheias, foram arrolhadas uma a uma com outra máquina, e colocadas em cestos a repousar.

Com o avolumar dos cestos e o escassear de garrafas pequenas, passámos para as Magnum e repetimos o processo em suave e ritmada cacofonia de gestos.

IMG_20150801_125748

Contrariamente ao que sucedera nas anteriores fases, esta foi bastante mais leve. Rapidamente enchemos os cestos e concluímos a tarefa, facto a que não foi certamente alheio o esforço e saber da troika (boa) que já estava na adega quando lá chegámos. A eles o nosso muito obrigado!

Não sairíamos de lá sem uma desilusão, porém, já que o Joaquim Arnaud logo nos disse que estávamos proibidos de provar o vinho durante dois meses, dado que, devido à aplicação de sulfuroso no vinho, o dito torna-se temporariamente agressivo e impróprio para consumo. Felizmente, uma das coisas que esta aventura nos ensinou é que o tempo passa rápido, e, com efeito, os dois meses já estão quase no fim.

Acompanhe aqui as notas da prova daqui a uns dias, agora é hora de descontrair!!

IMG_20150801_165316

Partilhe este artigo:
    Pedro Solano

    Sobre Pedro Solano

    Diplomata de profissão e sportinguista de coração é um reputado apreciador de diversos bons vinhos que tem nos tintos e moscatéis a sua principal perdição.