Quinta do Rol branco (2009)

20130121-093613.jpg

Em tempos de crise há que procurar opções mais em conta para a mesa e nesta procura por novas soluções de vez em quando aparecem umas belas surpresas.

A Quinta do Rol tem apostado na inovação, tem alguns monocastas bem interessantes como o Pinot Gris e um Sauvignon Blanc parcialmente fermentado em barrica. Conheço os vinhos desta casa há bastante tempo, gosto do rosé, e gosto muito do Pinot Noir Acho um vinho fantástico pelo preço que custa…o problema é compra-lo… são vinhos estranhamente difíceis de arranjar em Lisboa e arredores, excepção feita ao branco de 2008 e 2009 que facilmente se encontram nos supermercados Pingo Doce.

O vinho é feito a partir das castas: Alvarinho, Chardonnay e Arinto e apresenta uma cor palha ligeira ainda com alguns reflexos esverdeados.

De aromas está bem vivo, frutado floral. Notas de citrinos bem presentes, raspa de limão e lima, leve toque de ananás e flor de laranjeira.
Um aroma directo, franco, sem grande complexidade mas muito apelativo.

Na boca revela-se muito vivo, fresco e com bons níveis de acidez fantásticos e ligeiros toques minerais. Um vinho que mantém o caracter cítrico e floral, ainda que o final de boca seja de medio comprimento apresenta um toque de pimenta branca muito interessante.

Apenas mais uma curiosidade, este vinho foi aberto em modo pré-jantar, onde se confeccionava um caril de marisco.
Foi aberto um outro vinho, estrangeiro, que simplesmente não se aguentou com a iguaria ao passo que este Quinta do Rol conseguiu aguentar firme até ao fim!

Pelo preço que custa, vale a pena provar… mas este precisa mesmo de comida!

Nota:15
Preço:3,48€

FavoriteLoadingAdicionar este vinho à Cave Virtual (clique aqui para adicionar)

Partilhe este artigo:
    Joao Chambel

    Sobre Joao Chambel

    ETOVLiano apaixonado e sommelier. Os vinhos são a sua vida e paixão! Brancos, tintos, rosés, fortificados, espumantes, nacionais e estrangeiros, novos e velhos... A Bairrada é uma das suas regiões de eleição e faz regulares transfusões de Baga e Borgonha.